Serviços

Centro de Triagem

Versão para impressão

O Centro de Triagem é a estrutura central do processo de reciclagem multimaterial. É o local onde são recebidos os materiais provenientes da recolha selectiva (Ecopontos e Ecocentros) dos 19 concelhos da A.M.R.P.B. e onde se procede à sua separação final e acondicionamento para posterior envio para a indústria recicladora.

O Centro de Triagem ocupa 2400 m² da área total do Centro de Tratamento Integrado e tem capaciadade para processar 25.000 toneladas de resíduos por ano.

Os materiais processados são embalagens de plástico, de metal e de vidro; papel e cartão. No final as embalagens são encaminhadas pela Sociedade Ponto Verde e os outros resíduos para retomadores/recicladores acreditados.

Desde 1999, o ano de abertura do Centro de Triagem, foram recolhidos e tratados 769 toneladas de papel/cartão, 1567 toneladas de vidro e 197 toneladas de embalagens.

No ano de 2001, com o sistema em pleno funcionamento, a média anual estimada é de 560 toneladas para o papel/cartão, 880 toneladas para o vidro e 130 toneladas para as embalagens.

Ao chegarem ao Centro de Triagem os resíduos seguem 2 caminhos diferentes: a Linha de Planos e a Linha de Volumosos.

 

Linha de Planos

Na Linha de Planos é feita a separação dos resíduos planos, nomeadamente os resíduos de papel e cartão recolhidos nos Ecopontos e Ecocentros instalados na área do Planalto Beirão. Os resíduos chegam, são encaminhados para um equipamento que os separa por tamanhos. Os menores (“rejeitados”) caem directamente num contentor, os restantes seguem para uma cabine de triagem e separados manualmente por tipo. Cada tipo é compactado, enfardado e encaminhado para reciclagem.

Recepção e transporte de material

O papel e cartão chegam ao local de recepção de planos e são colocados num Transportador de Alimentação. Deste, seguem para outro Transportador de Alimentação que os encaminha até ao “Trommel”.

Trommel

O Trommel é um crivo rotativo com 5cm de secção e tem como principal função separar os materiais por tamanhos. Os resíduos após a separação seguem dois caminhos distintos. A fracção de granulometria inferior a 5cm, considerada rejeitados, cai num contentor colocado no piso inferior. A fração de granulometria superior é encaminhada para uma Mesa de Triagem Deslizante.

Além da separação granulométrica, o “Trommel” assegura ainda a descompactação do material, para facilitar a sua triagem nas mesas, e o despoeiramento, para retirar poeiras e pequenos contaminantes que acompanham os resíduos.

Triagem Deslizante

A mesa de Triagem Deslizante encontra-se numa Cabine de Triagem pressurizada e climatizada, por forma a garantir as melhores condições para os operários que aqui trabalham. Na mesa é efectuada manualmente triagem positiva de cartão/papel-embalagem, cartão complexo (tetrapack), papel de arquivo, e rejeitados. O papel de jornal e as revistas seguem por triagem negativa. À medida que os materiais são separados caem no piso inferior em boxes diferenciadas para cada tipo.

Compactação e Enfardamento

À vez, cada tipo de material é encaminhado da boxe correspondente para a Linha de Prensagem e Enfardamento. Através de um Transportador, os resíduos chegam à Unidade de Prensagem e Enfardamento onde são compactados em fardos e armazenados até serem transportados para a indústria recicladora.

 

Linha de Volumosos

Na Linha de Volumosos é feita a separação dos resíduos de embalagens (volumosos): os vários tipos de embalagens de plástico (PET, PVC e PEAD), as embalagens de metais ferrosos e não ferrosos e as embalagens de vidro.

Os resíduos chegam e são encaminhados para um conjunto de equipamentos que os separa. Os metais ferrosos são separados por um equipamento magnético e os restantes seguem para um Crivo Vibratório que os separa por tamanho. Os menores são “rejeitados” e os de maiores dimensões são encaminhados para uma Cabine de Triagem e separados manualmente por tipo. Cada tipo é compactado, enfardado e encaminhado para reciclagem.    

Recepção e transporte de material

Do mesmo modo, os resíduos volumosos são colocados num Transportador de Alimentação. Deste seguem para um outro Transportador de Alimentação que faz a ligação entre a a zona de recepção e o equipamento seguinte.

Overband

No fim do transportador está colocado um separador magnético Overband. Este equipamento faz a separação magnética dos materiais ferrosos. Capta-os na passagem, e como é multipolar desmagnetiza-os de seguida para um Transportador que os encaminha para triagem dos contaminantes ainda existente no fluxo.
O fluxo dos ferrosos separados segue para uma Prensa, que compacta os resíduos para posterior transporte para a sucata.

Crivo vibratório

O fluxo dos materiais volumosos, já sem os ferrosos, caí do Transportador de Alimentação para um Crivo Vibratório com perfurações redondas de 5 cm de diâmetro. Os resíduos com granulómetria inferior a 5 cm são encaminhados para o contentor de rejeitados, os restantes para a Cabine de Triagem.

Triagem deslizante

A Cabine de Triagem dos volumosos é também pressurizada e climatizada por forma a garantir condições de trabalho de qualidade para os triadores. No interior, na mesa de Triagem Deslizante, é feita a separação dos resíduos com mais de 5 cm. Manualmente e de uma forma sequencial é feita a triagem positiva de PET, PVC, PEAD, metais não ferrosos e rejeitados. Os diferentes materiais caem directamente nas boxes colocadas no piso inferior. O vidro é separado por triagem negativa, ou seja, segue na mesa até cair num contentor.

Compactação e enfardamento

No final todos os materiais separados seguem a vez para a Linha de Prensagem e Enfardamento. Um Transportador encaminha-os para a Unidade de Prensagem/Enfardamento onde são compactados em fardos que posteriormente são transportados para as indústrias recicladoras.

Navegação: Serviços Recolha Selectiva Centro de Triagem