Viseu

Versão para impressão

ViseuA cidade de Viseu ergue-se a 494 m de altitude no designado " Planalto de Viseu ". É envolvida por um sistema montanhoso constituído por várias serras entre as quais a Serra do Caramulo, a oeste, a que mais directamente influencia esta área.

D. Teresa, que nela residiu muitas vezes, deu-lhe foral em 1123. Mas as suas origens perdem-se na bruma dos tempos.

"Antiqua et Nobilissima", Viseu é uma cidade milenar, onde habitaram homens da pré-história, celtas e lusitanos, romanos, suevos, godos e muçulmanos. Destes povos, destacam-se os Lusitanos, e Viriato, o pastor/guerreiro, símbolo da resistência à ocupação romana. Foram os romanos que edificaram a Cava do Viriato, uma cerca fortificada octogonal, com 2000 m de perímetro.

As sucessivas gerações legaram monumentos artísticos de todas as idades. Destaca-se o conjunto arquitectónico ímpar constituído pela Sé Catedral, Museu de Grão Vasco, Passeio dos Cónegos, Torre de Aljube e Igreja da Misericórdia, que ladeiam o Adro da Sé.

O museu de Grão Vasco está instalado no Paço dos Três Estalões, datado do séc. XVI, é uma das principais galerias do país e possui obras primas da pintura nacional. Os muros e as portas de Soar, a poente, e a dos Cavaleiros, a nascente, são herança da muralha quatrocentista, mandada reconstruir por D. João I, Mestre de Avis.
Várias são ainda as igrejas e capelas, símbolo da religiosidade do povo beirão, as casas senhoriais dominadas pela beleza fria, mas majestosa, do granito, e as janelas e portais manuelinos do velho burgo.

Viseu é ainda uma cidade jardim, pelos seus espaços verdes bem tratados, dos quais, os Parques Aquilino Ribeiro e do Fontelo, os jardins e recantos ajardinados.

 

Municípios Associados:

Aguiar da Beira | Carregal do Sal | Castro Daire | Gouveia | Mangualde | Mortágua | Nelas | Oliveira de Frades | Oliveira do Hospital | Penalva do Castelo | Sta. Comba Dão | São Pedro do Sul | Sátão | Seia | Tábua | Tondela | Vila Nova de Paiva | Viseu | Vouzela